01/04/2020

#skinpositivity - Cuidando da pele com leveza

 
 
 

Photo by 3Motional Studio from Pexels  

 

Você já se sentiu incomodado por causa de uma espinha que apareceu do nada? Em que momento você percebeu que seus poros eram grandes demais para serem considerados bonitos? Você se lembra da primeira vez que sentiu um baita incomodo ao perceber que quando você sorri, aparecem linhas de expressão em volta dos seus olhos? A verdade é que ninguém nasce se odiando, a gente é ensinado a isso.

 

Todos os dias, as mídias por ai nos dizem como devemos nos vestir, que estilo de vida devemos ter, como nosso corpo deve ser e até qual a aparência ideal que nossa pele deve ter! E pra complicar um pouco mais para o nosso lado, todos esses padrões parecem meio fora do nosso alcance, né? A pele do momento é: uma pele hidratada e luminosa _mas não oleosa, tá?, com poros invisíveis, sem manchas, sem relevos, sem linhas de expressão ou rugas e de preferência com uma cor uniforme da cabeça aos pés. Eu não sei vocês, mas eu só me lembro de ter visto uma pele assim em bonecas. Se é tão irreal, por que então nos dizem que é assim que nossa pele deveria ser? Porque assim é possível vender cosméticos, tratamentos, dietas cada vez mais malucos para tratar esse "PROBLEMÃO" que é ter uma pele real. No meio de tudo isso, surge uma contra cultura que afirma:

- Desculpa desapontar, mas eu não compro essa ideia. Eu quero cuidar da minha pele com carinho e atenção, quero sim que ela esteja saudável e esteja protegida. Talvez até queira tratar uma mancha aqui, limpar meus cravinhos, passar um creme que me ajude a retardar o aparecimento das rugas (porque uma hora elas vão aparecer, e tá tudo bem), mas eu me recuso a me odiar no processo. Não vou escolher um tratamento baseado no medo e na insegurança. Estou em busca de uma pele possível e bela para mim. O movimento #skinpositivity (traduzido em português para positividade da pele) surge, assim como o movimento #bosypositivity, com diversos influenciadores abrindo espaço na mídia para falar sobre outras peles, outras realidades e outros estilos de vida. Se você está nesse momento, buscando inspirações reais e autoaceitação, vou deixar aqui em baixo alguns perfis para você seguir e se inspirar: O primeiro que vou indicar é o da @blemota, ela cria diversos conteúdos sobre moda e beleza e também conta sobre como é conviver com a acne na vida adulta.

 
 
 

 

O segundo é o @peterdevito que lançou uma série fotográfica retratando diferentes tipos de pele e condições de pele, ele fotografa modelos com vitiligo, marcas de nascença, acnes, sardas, etc. Muitas das fotos trazem também frases para nos fazer refletir sobre nossa relação com a estética.

 

 

 
 
 

É importante lembrar que esse movimento não se opõe as rotinas de beleza, pelo contrário, vários desses influencers dão dicas incríveis de como cuidar da sua pele com as especificidades e necessidades de cada uma. Mas é muito mas agradável e terapêutico se cuidar porque você se ama, e não porque você se odeia, né? Sigam nosso instagram @especies2 também, lá compartilhamos reflexões e criamos cosméticos multifuncionais e naturais, para tornar sua rotina de beleza muito mais terapêutica, agradável e repleta de auto amor <3