Vamos conversar sobre argiloterapia? | Especies

Vamos conversar sobre argiloterapia?

Publicado: 10/09/2019

Nossas queridas argilas são resultado de anos e anos de degradação de rochas, e são formadas por grânulos muito finos de origem terrosa, e formadas quimicamente por silicatos hidratados de alumínio, ferro, magnésio, entre outros elementos, e pode conter também matéria orgânica e sais.

Os cataplasmas de argila são usados desde a antiguidade com a finalidade estética, estudos mostram que a Cleópatra já utilizava de máscaras de argila para conservação da pele e embelezamento.

Nossas queridas argilas são resultado de anos e anos de degradação de rochas, e são formadas por grânulos muito finos de origem terrosa, e formadas quimicamente por silicatos hidratados de alumínio, ferro, magnésio, entre outros elementos, e pode conter também matéria orgânica e sais.

Os cataplasmas de argila são usados desde a antiguidade com a finalidade estética, estudos mostram que a Cleópatra já utilizava de máscaras de argila para conservação da pele e embelezamento.

Mas como essas maravilhas naturais funcionam?

Ação mineralizante: As argilas são ricas em minerais necessários para a saúde da nossa pele, e através de uma troca osmótica (quando a argila está em um cataplasma em contato com nossa pele), ela troca e favorece o equilíbrio de minerais que precisamos.

Ação magnética: As argilas são magnetizadas pelo solo e isso dá a ela o poder de absorver a sujidade e toxinas da nossa pele (por esse motivo não é indicado usar espátulas de metal ao manusear a máscara de argila).

Ação radiativa: Pesquisadores observaram que as argilas (e todo tipo de barro) tem a capacidade de dissipar rapidamente radiatividade.

Antimicrobiana: Privando os germes da luz, tem ação microbiana (que previne o aparecimento de acnes, por exemplo).

Estimulo térmico: A aplicação da argila fria sobre a pele favorece a contração dos vasos sanguíneos e tonifica a pele. Essa ação estimula a pele e tende a deixa-la mais firme.

Estimulo químico: Esse aquecimento da pele estimulado pela argila, favorece a dilatação dos poros e absorção dos íons das argilas pela pele. Por isso as argilas possuem um efeito medicinal incrível que vai além da camada superficial da pele, auxiliando inclusive no desequilíbrio mineral do organismo da pessoa.

Um arco íris de opções:

As cores das argilas são determinadas principalmente por composição química e suas propriedades físicas, sendo cada cor mais indicada para um tipo de pele ou ação específica.

Cada elemento possui ação específica na saúde e embelezamento da pele: O silício dá elasticidade à pele; o alumínio tonifica e tem ação cicatrizante e bactericida; o cobre favorece a fixação do oxigênio; o enxofre compõe os aminoácidos da proteína da pele; o ferro auxilia na respiração das células, quando a pele está seca e sem elasticidade; o manganês age no colágeno; o magnésio hidrata a pele, etc.

Argila vermelha: A argila vermelha é composta principalmente são o óxido de magnésio, sódio, óxido de ferro, óxido de cobre, óxido de potássio, ferro, cobre e cromo.

Sua ação medicinal é muito relacionada ao estímulo da circulação sanguínea e dos músculos, estimulando o tônus e deixando a pele mais firme. Ajuda na drenagem e oxigenação da pele, sendo especialmente indicada para casos de feridas e descamações na pele. Suaviza linhas de expressão, aumenta o viço da pele e ajuda no rejuvenescimento.

Deve ser evitada em casos de hipertensão, inflamação ou febre, por aumentar o calor e o movimento.

Argila amarela: Possui alta concentração de cálcio, cobre, manganês, ferro, magnésio e potássio.

A argila amarela é indicada para remineralizarão da pele, para prevenção do envelhecimento precoce, para peles sem vida e sem brilho. Tem efeito tônico, uniformizador e revitalizante e ajuda na remoção de manchas causadas pelo sol.

Estimula a energia vital, sendo indicada também como máscara de efeito relaxante e ajuda a reduzir dores articulares e recuperação de lesões causadas por batidas.

Não é indicado em casos de delírios, febre, diarreia, inflamações agudas e palpitações no coração.

Argila verde: Sua composição é rica em óxido de sódio, zinco, monóxido de potássio, óxido de alumínio, magnésio, manganês, cobre, alumínio, silício (Si), óxido de titânio, lítio, sódio e potássio.

O zinco presente é importante para combate a danos químicos, e protege o sistema imunológico. O selênio evita a oxidação das células pelos radicais livres, responsáveis por causar o envelhecimento acelerado da pele.

Essa argila é considerada a faxineira das argilas, tem ação altamente desintoxicante, controla a pressão sanguínea, absorve sujidades, controla a oleosidade da pele e tem ação adstringente. É especialmente indicada para casos de acnes e peles oleosas. Pode ser usada como esfoliante suave.

No corpo ajuda a desobstruir canais respiratórios, melhorando em casos de tosse, pigarro e dificuldades na respiração em geral. Ajuda também na redução de dores causadas por inflamações, sendo útil em dores cervicais, lombares, tendinite e dores por esforços repetitivos.

Argila branca: Na sua composição química se destacam os elementos: alumínio; óxido de magnésio, óxido de cálcio, enxofre, ferro, boro, potássio, cálcio, silício (Si) e óxido de enxofre.

É considerada de todas a argila mais suave e pode ser usada mistura com as outras para diluir seus efeitos (muito útil para peles sensíveis).

Essa argila estimula a produção de colágeno e elastina, deixando a pele mais harmônica e uniformizada. A argila branca é purificante, higienizadora, tônica suave, revitalizante, oxigenadora e nutritiva. Ajuda a reduzir linhas finas de expressão, rugas e clarear manchas causadas pelo sol. De todas é a mais indicada para esfoliação, por ter grânulos arredondados e macios.

Argila cinza: Se destacam em sua composição os elementos a sílica e o óxido de zinco. Ajuda no controle da produção seborreica da pele e do couro cabeludo. Reduz a ação dos radicais livres na pele e tem grande potencial de absorção radiativa.

Argila preta: Sua composição é rica em alumínio, titânio, magnésio, zinco, ferro e enxofre. Tem uma textura levemente gordurosa e é facilmente diluída na água. Tem ação adstringente, anti-inflamatória, descongestionante, cicatrizante, antisséptica e ativa a circulação sanguínea.

Essa é a argila mais difícil de ser removida da pele, indica-se o uso de algodões para remover todo o resíduo.

Como prepara uma máscara de argila para pele?

1- Higienize bem as mãos e os materiais que entrarão em contato com as argilas.

2- Lave bem a pele e seque com uma toalha macia.

3- Misturar água mineral ou filtrada ou chás de ervas até formar uma pastinha. *Atenção: deve-se usar objetos de cerâmica, vidro ou madeira no preparo da sua máscara. Potes e colheres de metal desmagnetizam as argilas.

4- Aplicar uma camada grossa e úmida sobre toda a pele do rosto (evitando região dos olhos e boca), pescoço e colo.

5- Deixar agir na pele por um tempo entre 10 – 20 minutos, mas não deixar a argila secar completamente na pele.

(A argila seca perde sua potencialização e pode desidratar a pele).

6- Remover toda a argila com água corrente, aplicar um tônico facial e um hidratante indicado para seu tratamento.

O cataplasma de argila também pode ser usado no corpo e no couro cabeludo, seguindo suas indicações terapêuticas.

Quer saber mais? Acesse:

https://riuni.unisul.br/bitstream/handle/12345/5494/O%20USO%20DA%20ARGILA%20NOS%20TRATAMENTOS%20ESTETICOS-%20UMA%20REVIS%C3%83O%20INTEGRATIVA.pdf?sequence=1&isAllowed=y

http://belezain.com.br/adm/uploads/argilok144.pdf

https://riuni.unisul.br/bitstream/handle/12345/5603/Artigo%20Taise%20%20Argila-%2012-08-18.pdf?sequence=1&isAllowed=y

https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/170036/Slides%20-%20Geoterapia%20aplicada%20%C3%A0%20APS.pdf?sequence=2

http://www.nucleogra.com.br/wp-content/uploads/2014/03/Argilas-Medicinais-Potencial-Simbolico-e-Propriedades.pdf

https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/191287/F%C3%B3rum_GeoterapiaSa%C3%BAdeMental.pdf?sequence=1&isAllowed=y

https://www.isabellafiorentino.com.br/materias/argila/

https://www.nutricaodesafras.com.br/definicao-de-solo#components


Voltar